Notícias

Após protestos, votação do PL 257 é adiada para a próxima semana

| Após intensos protestos, a votação do polêmico Projeto de Lei Complementar 257/16, prevista para ocorrer nesta terça-feira (2), foi adiada para a próxima segunda-feira (8). O relator da proposta, deputado Esperidião Amin (PP-SC), acatou as sugestões dos líderes partidários de adiar a análise do projeto – apresentado pelo governo para renegociar as dívidas dos estados e Distrito Federal com a União – devido a quantidade de emendas polêmicas, carentes de discussão.

Trabalhadores do serviço público, apoiados por entidades sindicais representantes da categoria, entre elas a CTB, pedem a retirada da proposta por conter medidas baseadas em uma política de ajuste fiscal e controle de gastos que estimulam a privatização e retiram direitos dos servidores públicos.

O texto propõe o alongamento das dívidas por 20 anos, se forem cumpridas medidas de restrição fiscal vinculadas, principalmente, a despesas com pessoal. Tais medidas trariam consequências como o fim de concursos públicos, precarização dos serviços oferecidos pelo Estado, demissões em massa, entre outros prejuizos.

Durante todo o dia de ontem, trabalhadores do setor, com o apoio da CTB e da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), ocuparam a Câmara dos Deputados, numa intensa campanha para barrar o projeto.

Segunda-feira (1), manifestantes ocuparam o aeroporto internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília. Durante o ato, integrantes do protesto recepcionaram deputados que desembarcaram na capital, pedindo que votassem contra o texto.

| Fonte: Portal CTB

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like

Read More