Notícias

Governo Temer quer avançar no rumo da terceirização

Durante um evento para empresários e executivos na quinta-feira (16), em São Paulo, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha disse que o Brasil precisa “caminhar no rumo da terceirização”. Para o ministro, a reforma trabalhista deve ocorrer com a reforma da Previdência ou logo depois, com a expectativa de que ambas ocorram ainda em 2016.

O projeto da terceirização foi aprovado na Câmara dos Deputados no início do ano passado, permitindo que empresas privadas contratem funcionários terceirizados para o exercício de qualquer tipo de atividade. Ao seguir para o Senado, onde tramita o projeto, o texto recebeu alterações, como a que esclarecia que podem ser contratadas como terceirizadas cooperativas, empresas individuais, sociedades e fundações.

Na terça-feira (14), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) retomou os trabalhos da comissão que avalia a Agenda Brasil. A rediscussão sobre as regras de terceirização do trabalho está entre os projetos que serão abordados, bem como a mudanças no licenciamento ambiental e na Lei de Licitações.

Avaliando a reforma da Previdência, o ministro Eliseu Padilha disse que realizou diversas reuniões com centrais sindicais e entidades empresariais com o intuito de buscar o consenso.

Fonte: CNTC, com informações do jornal Folha de S. Paulo

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like

Read More