Por 59 votos a 21, plenário do Senado aprova denúncia contra Dilma

In Galeria de Fotos

| Por 59 votos a 21, o plenário do Senado aprovou na madrugada desta quarta-feira (10) o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) que julga procedente a denúncia contra a presidenta Dilma Rousseff por crime de responsabilidade. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB­-AL), não votou. Era preciso maioria simples (metade dos senadores presentes mais um) para que o parecer do relator fosse aprovado.

A expectativa é que o julgamento final da presidenta ocorra ainda este mês. As sessões de julgamento devem ser agendadas a partir do dia 25 de agosto.

Defesa

De acordo com o rito, acusação e defesa terão 48 horas para apresentar, respectivamente, o libelo acusatório e sua contrariedade, juntamente com até cinco testemunhas legais e mais uma extranumerária para cada uma das partes.

À imprensa, José Eduardo Cardozo informou disse que vai utilizar as seis testemunhas. Já Miguel Reale Jr, advogado da acusação, comunicou que entregará em 24 horas o libelo acusatório e utilizará três testemunhas.

Na última etapa, após o depoimento das testemunhas, os senadores decidirão pela condenação ou a absolvição de Dilma. Na fase final, é preciso o voto de 54 dos 81 senadores para confirmar o impedimento.

| Fonte: Portal CTB

You may also read!

TV CTB lança campanha nacional “Sindicato forte é a sua melhor proteção”

Na última sexta (11), durante a 18ª Reunião da Direção Executiva, a CTB apresentou campanha nacional em defesa dos

Read More...

FEC Bahia se reúne com secretário da SETRE

Em reunião na quarta-feira (23), , com secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Vicente Neto, lideranças sindicais da

Read More...

Maio Lilás: campanha do MPT busca resgatar direitos dos trabalhadores

O Ministério Público do Trabalho (MPT) lançou nesta segunda-feira (7), a campanha Maio Lilás, que tem como objetivo discutir

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu